16 de julho de 2017

Resenha - Novembro, 9 - Collen Hoover


Resultado de imagem para novembro 9

Nome: Novembro, 9
Autora: Colleen Hoover
Número de Páginas: 352
Editora: Galera Record
Sinopse: Autora número 1 da lista do New York Times retorna com uma história de amor inesquecível entre um aspirante a escritor e sua musa improvável. Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?

História

Novembro, 9 vai contar a história de Fallon e do Ben, mas o livro vai girar mais em torno da Fallon mesmo. O livro começa com a Fallon dentro de um restaurante, junto com o pai dela, e ela discutindo com o próprio pai, falando que quer bater na cabeça dele, até que ela menciona sobre o acidente e vai no banheiro. Enquanto ela estava discutindo com o pai, ele menciona que a Fallon nunca vai conseguir um emprego como protagonista de uma série, novamente, já que quando ela havia começado na série, ela era uma garota muito bonita, mas depois de um incêndio que ela culpa o pai, por ter a esquecido dentro da casa. Durante o incêndio, ela ganhou cicatrizes em várias partes do corpo dela, incluindo o rosto. Fallon tem tanta vergonha de seu próprio rosto, que ela deixou o cabelo crescer para poder tampar ele, já que ele estava quase completamente desfigurado. E na hora em que ela volta do banheiro, ela começa novamente a brigar com o pai dela.
" Que barulho será que faria se eu quebrasse esse copo na lateral da cabeça dele?"
Pág. 9 

Mas nessa hora, o Ben aparece, fingindo que era namorado da Fallon, e o pai dela acredita. O Ben e ele meio que ultrapassa as expectativas da Fallon, já que ele aparece com o cabelo amassado, a roupa meio amarrotada. Depois que o pai dela sai, ela começa a conversar com o Ben, do por que ele fez isso por ela, já que não tinha sentido nenhum, ele fazer isso. Enquanto os dois conversam, a Fallon menciona que a mãe dela acha que a idade mais perfeita para se começar a namorar é aos 23 anos, já que a mãe da Fallon conheceu o pai dela aos 18, e ela se arrependeu profundamente. Além disso, a Fallon usa a mãe dela como inspiração para quase todas as coisas da vida dela, ela até menciona que é a mulher em que ela quer se tornar...

"Minha mãe é minha heroína. Um exemplo para mim. A mulher em que eu quero me tornar." 
Pág. 35
E por conta disso, Ben e Fallon, decidem que no dia 9 de Novembro, eles irão se encontrar nesse mesmo restaurante, na mesma mesa e na mesma hora, até o dia em que Fallon completar 23 anos. Só que durante esse tempo, os dois não podem ter nenhum contato por rede social, telefone, ou até mesmo cartas, eles tem que se encontrar especificadamente, apenas somente no dia 9 de Novembro.


Minha Opinião 

Na minha opinião Novembro, 9 foi um livro que começou interessante, pois abordava vários temas que realmente chamam a atenção, das pessoas. Todos os dois protagonistas tem problemas pesados, a Fallon, tem uma insegurança enorme, e o Ben é um cara simples, porém a cabeça dele, é uma coisa complicada de se entender, por que ele parece que nunca revela nada. Ele é realmente uma pessoa que chega a ser misteriosa.

Já e o final, foi aquele estilo OMG... Por que foi totalmente inesperado.  Na hora em que eu li aquilo, eu comecei a me exaltar muito, em exagero. Eu nunca imaginaria tanto por parte do Ben, quanto por parte da Fallon, apesar do que envolve o Ben, é bem mais pesado do que envolve a Fallon!

De início, eu vi uma confusão ali e metade do livro eu fiquei "Por que isso aconteceu com ela?", "Por que não podia ser outra pessoa?", por que durante a maior parte do livro eu tinha raiva dos personagens. Eles são pessoas complicadas, com problemas, e eu não aceitava indecisão da Fallon, em relação a tudo. Eu queria que ela tomasse coragem para correr atrás do que ela queria, mas ela tinha uma insegurança tão grande. Ela quer correr atrás dos seus sonhos, mas ela tem medo da opinião das pessoas. E isso, me irrita muito, eu queria que ela tivesse confiança, e eu nessa hora, eu reparava que ela era uma pessoa insegura, mas ao mesmo tempo normal, por que todos nós passamos por essas coisas. E ela não era como as outras protagonistas em que eu estou acostumada a ler. Ela é diferente! Em certas partes um diferente bom e em outras partes, um diferente ruim.

Já o Ben é... um caso muito complicado para mim, já que tinha momentos em que eu amava, e odiava ele. Primeiro, eu achava que o Ben era um vagabundo que não tinha coragem de admitir, e ficava só naquele "Talvez eu me apaixone", e isso deu muita raiva em mim, por que eu imaginava que gostaria muito dele, mas não foi assim. Segundo, apesar dele ter sido o primeiro cara, que elogiou a Fallon depois do acidente dela, tinha certos momentos que ele era um BABACA TOTAL. Ele me deu muita raiva durante o livro, ele é indeciso, mais ele tem prioridade, então quase sempre me deu um bug na cabeça, por causa disso.

Ben e Fallon, definitivamente me deram muita raiva... Por que eles são indecisos em questão dos sentimentos, e eu gosto de pessoas decididas, que sabem o que querem e não exitam antes de tomar alguma decisão, apesar de pensarem antes. Tanto Ben, quanto Fallon, tem sonhos e motivações, que levam eles a fazerem o que fazem, mas os dois são indecisos demais.

Os outros personagens do livro, eles entraram meio de supetão. Por que o livro ele meio que só alguns personagens já funcionavam, mas a autora resolveu por um monte de personagens e eu esqueci o nome de todos depois que terminei de ler, só lembrava o Ben e a Fallon certinho, sabe?

Eu gostei pra caramba desse livro, por que ele foi uma coisa naquele estilo "O que está acontecendo aqui?". Ben e Fallon me deram raiva? Nossa, deram demais, só que todos os dois são pessoas que no final do livro, você pode falar: Essas pessoas são reais!

Débora

25 comentários:

  1. Oi, Débora! Uau, que resenha incrível. Eu li esse livro um tempo atrás e lembro-me que, eu curti muito a obra, apesar de toda essa indecisão dos protagonistas eu adorei ler essa obra. Abraços!

    www.marcasliterarias.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Luciano! Muito obrigado por ter elogiado a minha resenha. Realmente todos os livros da Collen são incríveis, mas Novembro, 9 me chamou a atenção, e realmente é um livro incrível!

      Beijos!

      Excluir
  2. Oii
    o livro já começa bombando né com briga e tudo hahaha
    você se mostrou bem intensa com a história hehehe
    eu acho que esses personagens também me irritariam
    também gosto de pessoas decididas
    bju
    Karina Pinheiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Karina!
      O livro é totalmente envolvente , numa hora eu tenho vontade de dar um enorme beijo em todos os personagens, e na outra hora, eu sinto uma raiva incrivelmente grande por todos eles, e com certeza, Novembro, 9 é um dos meus livros favoritos da vida.
      Beijos ♥♥♥

      Excluir
  3. Oi
    Acredita que essa primeira resenha que li de "November 9"
    A escrita de Collen é otima e parece que ela arrasou nesse.
    Preciso ler mais livos dela urgentemente

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Babi!
      Sério que você nunca leu uma resenha da Collen? Me sinto até importante agora.
      Realmente, não duvide. A escrita de Collen é realmente incrível.
      Beijos ♥♥♥

      Excluir
  4. Olá Débora!
    É por isso que eu adoro os livros da CoHo, ela desperta na gente esses sentimentos e os personagens são muito reais e pronto!
    Eu ainda vou ler esse ❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Raissa!
      Collen é a melhor, acho que todas as pessoas que leram algum livro dela, provavelmente tem na sua lista de favoritos.
      Recomendo muito mesmo a leitura de Novembro, 9 já que é um dos melhores livros dela.
      E muito obrigado!
      Beijos ♥♥♥

      Excluir
  5. Oi Débora, adorei a resenha, já quero conferir o livro!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Felipe.
      Muito obrigada! Olha vai ler esse livro o mais rápido possível, por que ele é incrível.
      Beijos ♥♥♥

      Excluir
  6. Oi, Mel. Li o livro esse ano também e concordo que essa indecisão em relação aos sentimentos dele, de não saber se vai ou se fica, me irritou profundamente. Se eles fossem sinceros um com outro, eu acho que metade do livro seria desnecessário. Também senti raiva do Ben por demais, porque ele é muito tapadão em alguns assuntos... Mas mesmo assim, amei a obra!
    https://leitoraencantada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miriã.
      Não duvide, por que a CoHo é uma das melhores autoras da vida. E saiba que você não é a única que sentiu uma raiva e um amor intenso por cada um dos personagens. Altas emoções com Novembro, 9.
      Beijos ♥♥♥

      Excluir
  7. Olá, tudo bem?
    Não conhecia esse livro.
    Gosto de livros surpreendentes.
    Beijos
    http://amandastale.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Amanda. Tudo bem comigo, e com você?
      Sério que você não conhecia Novembro, 9? Te garanto que se você ler, vai ser um dos livros mais surpreendentes da CoHo.
      Beijos ♥♥♥

      Excluir
  8. Olá, tudo bem? Uau, esse livro parece ser bom mesmo, cheio de surpresas... Adorei a resenha, não vejo a hora de lê-lo!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Larissa. Tudo bem comigo sim , e com você?
      Novembro, 9 é incrível, garanto que você vai amar. E uma dica, vai ler esse livro o mais rápido possível!
      Beijos ♥♥♥

      Excluir
  9. Olá!
    CoHo e seu dom de deixar todos os leitores surpresos.
    Uma das minhas metas para esse ano é ler todos os livros da autora e esse está na minha lista :D

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Mônica.
      CoHo é uma das melhores, e ela é incrivelmente talentosa.
      Você é corajosa de ler todos os livros dela nesse ano, só de pensar em ler todos, me dá uma certa preguiça. Mais a escrita dela é excelente, então vale o esforço.
      Beijos ♥♥♥

      Excluir
  10. Oi Débora, tudo bem? Puxa eu ainda não li nada da autora, mas amei a sua resenha! Deu pra perceber bem as suas emoções e se já estava curiosa, agora fiquei bem mais <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Mi!
      Você ainda não leu nada da Collen? Mi, eu te indico muito a CoHo. Você vai amar os livros dela, eu tenho certeza ;)
      Beijos ♥♥♥

      Excluir
  11. Olá, este livro parece ser bom, você fez uma ótima resenha.

    submersa-em-palavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Monyque!
      Novembro, 9 é uma das minhas obras favoritas da CoHo.
      Garanto que você vai adorar.
      Beijos ♥♥♥

      Excluir
  12. Oi li uma resenha desse livro ontem e fiquei super a fim do livro, e a sua só me fez ficar com mais vontade ainda, rs, rs, nem imaginava que esse livro fosse tão bom. Bjus.
    Tenho certeza que não irei me arrepender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      Quando você lê uma resenha de Novembro, 9 não tem jeito de não ficar com vontade de ler. Novembro, 9 consegue envolver as pessoas, num nível que ninguém compreende. E com certeza, você não irá se arrepender.
      Beijos ♥♥♥

      Excluir

Veja Também...